SET RAP NACIONAL OLDSCHOOL

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

FALCÃO DO GRUPO RAPPA SOFRE INFARTO, TUDO MENTIRA

A NOTICIA FOI EQUIVOCADA, NO HOSPITAL SAMARITANO ELE FEZ LAUDO, APENAS ISSO, FOI APENAS INDISPOSIÇÃO, APENAS PRECISAVA DE DESCANSO, ESTA TUDO BEM A CARREIRA DELE SEGUE

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

PRESO UM DOS FUNDADORES DO GRAN MASTER FLASH & FURIOUS FIVE



 Um dos fundadores do Grandmaster Flash and the Furious 5, foi detido na quarta-feira (2) pela morte com arma branca de um homem em Nova York, informou hoje a imprensa local.
Nathaniel Glover, mais conhecido como Kidd Creole, é acusado de assassinato em segundo grau, um crime com uma pena máxima de cadeia perpétua.
O cantor de rap, de 57 anos, brigou com a vítima em Manhattan e terminou desferindo-lhe várias facadas, segundo fontes da Polícia.
A vítima, de 55 anos e que vivia em um lar para pessoas sem teto, foi levada a um hospital, onde morreu pouco depois. Glover, que segundo essa versão fugiu após o incidente, foi detido depois que a polícia o identificou em imagens capturadas por uma câmera de segurança.
O artista foi um dos protagonistas do começo do rap em Nova York nos anos 70 como membro do influente grupo Grandmaster Flash and the Furious Five, que teve seus maiores sucessos no início da década de 80 e que em 2007 se tornou a primeira banda de hip hop a entrar para o Salão da Fama do Rock.

LUIZ MELODIA MORRE NESSA SEXTA FEIRA



O cantor, compositor e músico Luiz Melodia, morreu na cidade do Rio de Janeiro (RJ), aos 66 anos, em decorrência de complicações de um câncer que atacou a medula óssea. Melodia morreu na madrugada de hoje, 4 de agosto, por volta das cinco horas da manhã. Melodia chegou a fazer um transplante de medula óssea e resistiu ao procedimento, mas não vinha respondendo bem à quimioterapia. O câncer voltou e o estado de saúde de Melodia se agravou bastante ontem. O artista estava internado no hospital Quinta D'Or.

quinta-feira, 20 de julho de 2017

CHESTER BENNINGTON VOCALISTA DO LINKIN PARK MORRE



O vocalista da banda Linkin Park, Chester Bennington, foi encontrado morto em sua casa, na Califórnia, nesta quinta-feira, segundo o site  TMZ. Fontes informaram ao site que ele se enforcou. O músico tinha 41 anos. Bennington deixa a esposa, a modelo Talinda Ann Bentley, com quem havia se casado em 2005, e seis filhos – três deles do casamento com Talinda e outros três de relacionamentos anteriores.

DR DRE GUARDA MUSICA FEITA COM NOTORIOUS BIG, DIZ RICK ROSS



Na cultura do hip-hop, algumas coisas são tão lendárias quanto o cofre do Dr. Dre. Quem sabe quantas jóias inéditas estão dentro? Detox, por um lado. Eminem's Relapse 2 pode muito bem estar lá. Agora, podemos confirmar com segurança que existem pelo menos quatro articulações de Rick Ross também.

Em uma entrevista com Angie Martinez, The Boss refletiu em sua sessão de estúdio com Dre, afirmando que gravaram cinco articulações. Um dos quais acabou por ser "3 Reis" com Jay Z e Rick Ross, mas os outros quatro permanecem escondidos. Depois, Ross deixou cair algumas notícias tentadoras - aparentemente, ele ouviu um boato sobre uma faixa inédita Dre & Biggie.

"Eu quero que você pergunte a Puff, mas eu ouvi que pode haver um registro Dre / Big, B.I.G", diz Ross. "Conversa real, eu ouvi isso. Ouvi dizer que eles fizeram uma musica juntos.

É louco pensar sobre o que está no cofre de Dre. Suponho que tudo o que podemos fazer é rezar para que o bom médico seja atingido com uma súbita generosidade. De qualquer forma, não há como negar uma faixa Dre e Biggie seria difícil como o inferno.
CLIQUE E ASSISTA

3 KINGS

CARTA DE 2PAC PARA MADONNA VAI A LEILÃO



Uma carta assinada pelo rapper Tupac (1971-1996) e levada a leilão prova que ele terminou seu relacionamento com a cantora Madonna pelo fato dela ser branca. O lance inicial pelo item na casa de leilões Gotta Have Rock and Roll é de 100 mil dólares, o equivalente a cerca de 330 mil reais. A carta está datada do dia 15 de janeiro de 1995, 18 meses antes da morte do músico e foi revelada ao público pelo site TMZ.

“Para você, ser vista com um homem negro, não coloca em risco a sua carreira, no máximo faz com que você pareça mais aberta e aventureira”, escreve o músico. “Para mim, no entanto, acredito que estaria decepcionando metade das pessoas que me fizeram o que sou. Jamais quero te machucar. Você consegue entender?”, pergunta o cantor.

O irmão de Tupac, Mopreme Shakur já havia confirmado que o rapper e Madonna haviam mantido um breve relacionamento. Tudo teria começado com uma troca de bilhetes durante um evento no qual os dois estavam presentes. Recentemente, Madonna compartilhou uma foto com ela ao lado do ex no dia que ele comemoraria seu aniversário de 46 anos. “Feliz aniversário, Tupac!”, escreveu a artista na legenda do registro.

terça-feira, 20 de junho de 2017

PRODIGY DO GRUPO MOBB DEEP MORRE


O rapper  Prodigy, do  Mobb Deep, morreu nesta terça  aos 42 anos em Las Vegas, nos Estados Unidos, publicou o site "TMZ". A causa da morte do músico não foi revelada. Nos últimos anos, ele passou por problemas sendo diagnosticado com anemia falciforme. No último sábado, o rapper se apresentou com o Mobb Deep em Las Vegas na turnê "Art of Rap", ao lado de nomes como Ghostface Killah, Onyx, KRS-One e Ice-T. Prodigy, cujo nome de batismo era Albert Johnson, formou o grupo com o parceiro Havoc em 1992 e lançou oito álbuns de estúdio, vários deles dedicados ao gênero gangsta rap. O mais recente, "The Infamous Mobb Deep", saiu em 2014. Entre os maiores sucessos da da dupla estão as faixas "Quiet Storm" e "Shook Ones (Part II)"

segunda-feira, 29 de maio de 2017

SNOOP DOGG VAI GRAVAR TRAMPO GOSPEL


Snoop Dogg revelou  para o programa de rádio "The Pharmacy", na última sexta-feira, que está trabalhando num álbum gospel. Ele contou que sempre teve vontade de fazer um disco desse gênero, mas nunca conseguiu antes por conta do rap.

"Estou trabalhando em um disco gospel. Isso sempre esteve no meu coração. Eu só nunca consegui fazer porque sempre estava sempre fazendo coisas de gangster e ocupado com outras coisas. Mas eu sinto que isso está no meu coração por tempo demais. Preciso fazer agora", disse na entrevista.

Ele ja tem idéia em mente dos convidados para esse trabalho.

"Eu e a cantora Faith Evans conversamos seriamente sobre isso porque ela está com vontade de trabalhar nisso comigo. Todas as pessoas que eu conheço, de Charlie Wilson até Jeffery Osborne, quem eu quiser para esse projeto. Vamos fazer isso acontecer", contou.

terça-feira, 11 de abril de 2017

Descubra os Principios dos PANTERAS NEGRAS



1. O princípio central que guiava os Panteras Negras era “um amor infinito pelas pessoas”.

O Partido dos Panteras Negras foi fundado em 1966 por Bobby Seale e Huey Newton ( foto acima ).
Esses dois revolucionários criaram a organização nacional como forma de combater coletivamente a opressão dos brancos. Depois de ver os negros sofrerem constantemente com a tortura praticada por policiais em todo o país.
Newton e Seale ajudaram a formar o pioneiro grupo de libertação dos negros para ajudar a construir uma comunidade e confrontar sistemas corruptos de poder.


2. Os Panteras Negras delinearam seus objetivos em um programa com 10 pontos.

Os Panteras Negras criaram uma plataforma unificada e seus objetivos para o partido foram delineados em um plano de 10 pontos que incluíram demandas por liberdade, terra, habitação, emprego e educação, entre outros importantes objetivos.



3. Os Panteras Negras monitoravam o comportamento da polícia nas comunidades negras.

Em 1966, a violência da polícia corria solta em Los Angeles, e a necessidade de proteger homens e mulheres contra a violência pelo estado era crucial.
Membros armados dos Panteras Negras apareciam durante as prisões de homens e mulheres negras, se posicionavam a uma distância permitida e vigiavam suas ações.
Era “para ter certeza de que não iria ocorrer nenhuma brutalidade”, Newton disse em imagens de arquivo, como mostrado no documentário.
Tanto os Panteras Negras quanto os policiais ficavam frente a frente, armados, um ato que estava de acordo com a lei de porte de armas vigente na Califórnia naquela época.
Esses confrontos, de muitas formas, permitiam aos Panteras proteger suas comunidades e vigiar a polícia.

4. O partido cresceu muito e chamou a atenção em várias cidades.

O objetivo do partido de aumentar o número de adeptos não visava recrutar frequentadores de igreja, como explicado no documentário, mas recrutar negros que sofriam a brutalidade da polícia no dia a dia.
Quando os negros em todo o país viram os esforços dos Panteras na mídia, especialmente depois que invadiram, armados, a sede do governo da Califórnia em Sacramento, em 1967, mais mulheres e homens ficaram interessados em se filiar.
O grupo também abordou questões como moradia, bem-estar e saúde, o que foi de encontro aos anseios da população negra em todo o país. O partido cresceu rapidamente — e não estabeleceu um processo de triagem porque a prioridade, naquela época, era recrutar o maior número de pessoas possível.



5. "Liberte Huey” tornou-se um grito de guerra contagiante depois da prisão de Huey Newton, em 1967.

Em 1967, Newton foi acusado de matar a tiros o policial John Frey, de 23 anos, durante uma blitz. Depois do tiroteio, Newton foi hospitalizado com ferimentos graves e algemado a uma maca em um quarto fortemente vigiado por policiais.
Como resultado de sua hospitalização e prisão, Eldrige Cleaver assumiu a liderança dos Panteras e exigiu que “Huey deveria ser libertado”.
A frase acabou sendo encurtada para “Free Huey” (Liberte Huey), duas palavras que despertaram um movimento exigindo a libertação de Huey.

6. Os Panteras Negras afirmaram a beleza negra, o que ajudou a atrair mais membros.

A visão de homens e mulheres negras ostentando, sem modéstia, seus cabelos afro, boinas e jaquetas de couro exerceram um apelo especial para muitos negros na época.
Refletiu um novo retrato para os negros dos anos 60 de uma forma que atraiu muitos jovens negros que queriam se filiar ao partido — alguns até mesmo escreveram cartas para Newton pedindo para se filiar.
“Os Panteras não inventaram a ideia de que o negro é lindo”, disse Jamal Joseph, ex-membro do partido, que participou do documentário de Stanley. “Uma das coisas que os Panteras fizeram foi [provar] que o negro é lindo.”

7. Os Panteras Negras entenderam como a mídia funciona e, efetivamente, se aproveitaram disso.

Os Panteras Negras promoveram sua agenda ao apelar para o que acreditavam que jornalistas e fotógrafos buscavam para cobrir o noticiário.
“Foram capazes de estabelecer sua legitimidade como uma voz de protesto”, disse o jornalista Jim Dubar no documentário. Elevaram suas vozes e imprimiram suas imagens em jornais, revistas e programas de TV.




8. O Partido dos Panteras Negras lançou o programa ‘Café da Manhã Grátis para as Crianças’.

O partido notou uma séria necessidade de nutrir crianças negras em comunidades marginalizadas, então gastavam cerca de duas horas preparando o café da manhã antes da escola para crianças em bairros pobres.
“Estudos revelaram que crianças que não tomavam um bom café da manhã eram menos atentas na escola e menos inclinadas a ter um bom desempenho, e sofriam de fadiga”, disse no documentário David Lemieux, ex-membro do partido.
“Apenas usamos essa informação e desenvolvemos um programa para servir café da manhã para crianças”, acrescentou. “Estávamos demonstrando amor por nossa gente.
”O partido servia cerca de 20 mil refeições por semana e se tornou o programa mais bem-sucedido dos 35 lançados pelos Panteras.


9. O partido tinha inimigos nos altos escalões, como o ex-diretor do FBI, J. Edgar Hoover, que lançou a COINTELPRO.

O ex-diretor do FBI J. Edgar Hoover, temia a ascensão do Partido dos Panteras Negras, por isso criou a operação secreta COINTELPRO, para desacreditar os grupos nacionalistas negros.
O objetivo do Programa de Contraespionagem era “desmascarar, perturbar, desorientar, desacreditar ou, caso contrário, neutralizar” as atividades dos nacionalistas negros.
“Éramos seguidos todos os dias, éramos assediados, nossos telefones eram grampeados, nossas famílias eram assediadas”, disse Ericka Huggins, que fazia parte dos Panteras Negras, cujos pais foram questionados pelo FBI, segundo o filme. Hoover enviava regularmente cartas aos policiais encorajando-os a encontrar novas formas para conter o Partido dos Panteras
Negras. Embora a COINTELPRO tivesse outros alvos além do partido, 245 de um total de 290 ações eram direcionadas aos Panteras Negras.

10. Hoover temia a “ascensão de um messias negro”.

Hoover temia qualquer expansão do movimento e, especialmente, temia que aliados brancos se unissem aos ativistas negros para apoiar o movimento.
Através da COINTELPRO, Hoover encontrou formas de rastrear, perseguir e pesquisar informações sobre o partido, incluindo a inserção de informantes do FBI dentro do grupo.
Um deles foi William O’Neal, que atuou como guarda-costas do proeminente membro do Panteras Negras Fred Hampton.

11.Os membros do partido moravam juntos nos “Panther Pads.”

Em resposta à operação COINTELPRO, os membros do partido criaram centros comunitários chamados de "Panther Pads".
Alguns membros pararam de ir para casa para proteger suas famílias, por isso ficavam juntos.
Os "Panther Pads" tinham de ser monitorados 24 horas e uma lista de responsabilidades rotativa, o que, por sua vez, ajudou a criar um senso mais forte de comunidade.

12. Mulheres negras tiveram voz, ganharam reconhecimento e ajudaram a fortalecer o movimento.

Os Panteras Negras são frequentemente associados com seus integrantes do sexo masculino, mas as mulheres desempenharam um papel fundamental no partido. No começo dos anos 70, o partido Panteras Negras era formado em sua maioria por mulheres.
Mulheres como Kathleen Cleaver (na imagem), Assata Shakur, Elaine Brown e Angela Davis — que não era filiada — assumiram funções de liderança e tinham uma enorme influência na direção do partido.
“O Partido dos Panteras Negras certamente tinha um tom machista, então tentamos mudar alguns papéis de gênero evidentes de modo que as mulheres tivessem armas e os homens preparassem o café da manhã para as crianças”, Brown disse no documentário.
“Conseguimos superar aquilo?. Claro que não. Como gosto de dizer, não achamos esses irmãos em um céu revolucionário.”

13. Os Panteras Negras ajudavam a financiar o partido com a venda de jornais, que exibiam impressionantes obras de arte.

Os Panteras distribuíam um jornal em várias cidades que se tornaram vitais para a sobrevivência do partido. Eles vendiam o jornal por 25 centavos de dólar, cuja metade ia para impressão e a outra metade para os diferentes ramos do grupo.
O jornal, que trazia o plano de 10 pontos, alcançava pessoas as quais os Panteras não tinham acesso. O jornal também retratavam obras de arte comoventes, que mostravam a resiliência do cotidiano dos negros.


 14. O assassinato de Martin Luther King causou um impacto devastador no partido.

O ícone dos direitos civis, Martin Luther King Jr., que consistentemente defendia a não violência e inspirou muitas pessoas, foi assassinado em 1968.
Seu assassinato desencadeou uma resposta de grandes proporções dos Panteras Negras. “Eles haviam matado a última chance que eu tinha de ser pacífico em relação a eles”, disse um ex-membro do partido. “Eles haviam matado sua última chance de negociação.”

15. O assassinato pela polícia do garoto Bobby Hutton, de 17 anos, causou grande impacto.

A resposta de Eldridge Cleaver à morte de Luther King foi mobilizar os membros do partido a atacar a polícia. Os mais jovens, sendo que o mais novo deles era Bobby Hutton, de 17 anos, estavam armados e prontos, apesar dos membros mais velhos não concordarem com a ideia.
Depois de ser acuado pela polícia em um porão, Cleaver instruiu o grupo a se render tirando toda a roupa, para que a polícia visse que estavam desarmados. No entanto, Hutton ficou com vergonha, por isso tirou apenas a camiseta.
Hutton saiu da casa com as mãos para cima e foi imediatamente baleado pelos policiais. O jovem foi um dos primeiros membros do partido a ser morto pela polícia.



16. Eldridge Cleaver se mudou para a Argélia e se concentrou na expansão do partido no exterior.

Esperava-se que Cleaver se entregasse logo depois da morte de Hutton, mas fugiu do país. Ele se mudou para a Argélia e fundou um diretório internacional.
Com isso, os Panteras Negras puderam estabelecer relações com os norte-coreanos, vietnamitas, chineses e vários movimentos de libertação africanos. Esses países compartilhavam um sentimento antiamericano semelhante ao dos Panteras.

17. David Hilliard assumiu o comando do partido temporariamente.

Com Huey Newton e Bobby Seale na prisão, e Eldrige Cleaver na Argélia, o partido ficou sem um líder.
Com isso, em 28 de setembro de 1968, David Hillard, um destacado membro do partido na época, tornou-se presidente interino do Panteras antes de ser julgado um ano depois em conexão com as acusações resultantes do assassinato de Hutton pela polícia

18. O FBI reforçou a ofensiva contra os Panteras Negras, que eram considerados uma organização terrorista.

Depois da eleição do então presidente dos Estados Unidos Richard Nixon, em 1968, os membros do Partido dos Panteras Negras disseram que sua administração deu a Hoover ainda mais poder para “oprimir sem restrições”.
Logo depois, Hoover identificou o Partido dos Panteras Negras como a principal ameaça aos EUA. Sua declaração, dita durante o envolvimento dos EUA na guerra do Vietnã, despertou uma fúria imediata. Após sua condenável afirmação sobre o partido, o FBI adotou uma abordagem mais pró-ativa em relação ao que considerava ser uma organização terrorista.
No filme, os Panteras Negras disseram que o FBI manipulava a polícia, invadia casas, e provocava tiroteios que levavam à prisão de vários homens e mulheres da comunidade negra.

19. "O Pantera 21” abriu um novo precedente entre membros do partido.

Em 2 de abril de 1969, 21 dos principais líderes dos Panteras Negras foram presos e acusados de atividades ligadas ao terrorismo.
A pena contra os ativistas era de 360 anos e o valor das fianças exorbitante. Os membros da comunidade se uniram para arrecadar dinheiro para as despesas jurídicas; imagens antigas do documentário mostram até a atriz Jane Fonda organizando uma campanha de arrecadação de fundos na própria casa.
Depois do processo que durou 13 meses e um julgamento de três horas, os ativistas foram finalmente absolvidos.

20. O partido começou a perder força devido às crescentes dúvidas sobre os objetivos dos Panteras.

Embora a absolvição dos 21 membros do Panteras tenha sido comemorada, o compromisso com a missão do partido se enfraqueceu, assim como os níveis de engajamento.
Outras prisões e processos contra os Panteras Negras enfureciam vários membros do partido e consumiam muita energia, o que, por sua vez, desencorajavam novas filiações.
“Ninguém queria se aproximar de um partido tão conturbado”, disse um ex-membro do Panteras no filme.


21. O julgamento de Bobby Seale abriu caminho para a liderança de Fred Hampton.

O cofundador do Panteras Negras, Bobby Seale, foi preso em Chicago, em setembro de 1969, acusado de conspirar para um motim, e depois foi julgado sob acusações de assassinato de um membro do Panteras, suspeito de ser um informante do FBI.
Durante seu julgamento, Seale exigiu que queria ser seu próprio advogado e insistiu em declarar seus direitos no tribunal.
Em resposta, o juiz ordenou que fosse colocada uma mordaça em sua boca e que o amarrassem na cadeira.
Durante seu julgamento, protestos eclodiram exigindo que o tribunal “parasse o julgamento”. Foi nesse período que Fred Hampton ganhou relevância por sua admirável liderança e discursos empoderadores durante os protestos.
“Você pode prender um revolucionário, mas não pode prender a revolução”, foi uma de suas famosas frases.
Hampton foi uma voz de unidade racial e ajudou a construir uma base mais ampla do Panteras Negras em Chicago. Ele até mesmo expandiu sua coalizão para incluir tanto hispânicos quanto ativistas brancos que compartilhavam a mesma missão ou objetivo semelhante.

22. A polícia invadiu a casa de Fred Hampton, matando-o e também a outro membro do partido.

Em 5 de dezembro de 1969, a polícia invadiu a casa de Fred Hampton e fez entre 82 a 99 disparos, que mataram tanto Hampton quanto Mark Clark, um líder do partido da cidade de Peoria, no estado de Illinois.
A polícia alegou que a decisão de abrir fogo teve justificativa, mas os membros do Partido Panteras Negras, como afirmado no filme, acreditam piamente que Hampton era um alvo e que o tiroteio foi planejado pelo FBI. Uma investigação conduzida depois do tiroteio revelou que apenas um tiro foi disparado pelos Panteras.
“Foi um tiro para dentro, não para fora”, um integrante do partido descreveu no documentário. Enquanto isso, William O’Neal, informante do FBI, teria recebido um bônus em dinheiro.

23. A polícia de Los Angeles abriu fogo contra os Panteras Negras, levando a um tiroteio de grandes proporções.

Apenas quatro dias depois da morte de Hampton em Chicago, a polícia de Los Angeles invadiu o escritório dos Panteras Negras na cidade. Isso aconteceu numa época em que os conflitos raciais no país haviam se intensificado e a polícia se posicionou como força dominante.
Em 8 de dezembro de 1969, 300 membros da SWAT iniciaram um ataque ao estilo militar contra os Panteras Negras. Os Panteras não se renderam e dispararam de volta, levando a um enorme confronto que durou cinco horas, com 5 mil cartuchos de munição e três pessoas feridas de ambos os lados.
Todos os sobreviventes dos Panteras Negras foram levados sob custódia. Até hoje, e apesar da violência, vários Panteras Negras consideram aquele momento uma vitória, incluindo Wayne Pharr, que faz um relato detalhado e fascinante, no documentário e em seu recente livro, do que exatamente aconteceu naquele dia. “Depois daquilo, todos os principais atores estavam na prisão”, disse Pharr. “Trancados.”

24. Huey Newton foi libertado da prisão e depois renovou o foco do movimento.

Quase oito meses depois do violento confronto em Los Angeles, multidões começaram a se reunir em Oakland e exigir a absolvição e libertação de Newton.
Em 5 de agosto de 1970, Newton era um homem livre e sua libertação foi comemorada em vários lugares. Newton voltou ao movimento e renovou o foco do partido em programas como o Café da Manhã Grátis para Crianças.
No entanto, isso provocou algumas críticas por parte de membros do partido. “As pessoas não viam [o partido] como veículo para o serviço social”, a ex-integrante do Panteras Negras, Kathleen Cleaver, disse no documentário.
“Elas o viam como plataforma para uma mudança política radical.”

25. O Partido dos Panteras Negras ficou dividido devido às crescentes diferenças.

Com Newton recém-libertado, Bobby Seale preso e Eldrige ainda na Argélia, a liderança do partido se enfraqueceu. Alguns Panteras Negras escolheram um líder para seguir, enquanto outros simplesmente desistiram.
“O partido tinha líderes que não estavam à altura de seus seguidores”, disse a historiadora Clayborne Carson no filme. Enquanto isso, alguns deles suspeitavam que a divisão era obra de Hoover, do FBI, como observado pelo historiador Beverly Cage: “Isso é parte do objetivo das operações COINTELPRO”, afirmou.

26. Os Panteras Negras apoiaram a campanha de Bobby Seale para prefeitura de Oakland.

Em 1972, Newton fechou os diretórios do Panteras Negras no condado e centralizou o movimento em Oakland.
“Os números estavam caindo e a força do partido também, então apenas fazia sentido consolidar e ver o que podíamos fazer com o que tínhamos”, disse a ex-Panteras Negras Elaine Brown no filme. Naquele mesmo ano, o membro do partido Bobby Seale saiu da prisão e depois disputou a prefeitura de Oakland.
Usar seu poder político nas urnas foi uma nova abordagem para o movimento e o entusiasmo cresceu rapidamente. Seale fez uma forte campanha, o que acabou registrando 500 mil eleitores na cidade. Embora não tenha vencido, o movimento considerou a iniciativa bem-sucedida em alguns aspectos.

27. O movimento começou a desaparecer, mas os legados dos envolvidos na revolução são duradouros.

Depois da derrota de Seale, muitos disseram que havia um vazio no movimento, que levou ao fechamento de vários diretórios nacionais.
Nessa época, líderes destacados que estavam no partido desde o início decidiram sair e Newton passou a demonstrar um comportamento errático. Newton faleceu em 1989, aos 47 anos, depois de ter sido baleado em Oakland.
Eldrige morreu aos 62 anos, em 1998, embora sua família nunca tenha revelado a causa da morte.
Seale, hoje com 79 anos, está entre os muitos Panteras Negras ainda vivos que defende algumas das mesmas questões e carrega o legado pioneiro do partido.

sábado, 18 de março de 2017

CHUCK BERRY MORRE AOS 90 ANOS



Morreu Chuck Berry, lenda da música norte-americana. Cantor, compositor e guitarrista, Berry foi o pioneiro do rock 'n' roll, gênero que ajudou a moldar com seus grandes sucessos dos anos 1950, como "Roll Over Beethove e "Johnny B. Goode". Ele foi encontrado já sem vida pela polícia de St. Charles, Missouri, que respondeu a uma chamada de emergência.

Berry foi um dos responsáveis por solidificar o rock 'n' roll com faixas de sua autoria, lançadas pela gravadora Chess Records, Chicago, que logo chegaram ao grande público e elevaram o rock ao status de fenômeno pop.


quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

NOTORIOUS BIG É HOMENAGEADO PELA FAITH EVANS EM NOVO CD


Já faz alguns anos que aguardamos, mas o esperado álbum de Faith Evans, com o ex-marido Notorious B.I.G, chamado “The King & I” finalmente está a caminho. Depois de experimentar alguns vazamentos no início desta semana Faith disponibilizou o álbum, revelando finalmente a data de lançamento e a tracklist do projeto.
Composto com 25 canções no total, o álbum do dueto apresenta aparições especiais da mãe de Biggie (Sra Wallace), The LOXSnoop DoggLil ‘KimLil’ Cease, Busta Rhymes, 112, Kevin McCall e muito mais. Procure que ele chegue a tempo para o verão em 19 de maio também. O lançamento oficial do disco é para o dia 19 de maio deste ano.

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

EM 2017 SÉRIE CONTA HISTÓRIA DO NEW EDITON



A história do grupo NEW EDITION  será contada em pequenos episódios, três noites de evento no BET em 24 de janeiro, 25 e 26, de 2017.

A cinebiografia vai seguir a história de um dos maiores grupos de R&B,  Michael Bivins, Ricky de Bell, Ronnie DeVoe, Bobby Brown , Ralph Tresvant  e Johnny Gill como eles navegam a fama de sua cidade nativa Boston para Hollywood e mais além. New Edition  foi formado nos anos 70 e é mais conhecido para os Hot 100 hits "Candy Girl", "Mr. Telephone Man" e "Cool It Now".

Johnny Gill diz nova edição pode se reunir para novo álbum para acompanhar Biografia Release.

O elenco inclui  Empire  estrela Bryshere Y. Gray enquanto Bivins, cantor Luke James como Gill, Algee Smith como Tresvant, Elijah Kelley como Bell, Keith Powers como DeVoe e Woody McClain como Brown. Notáveis incluindo Wood Harris, Michael Rapaport, Tank também são esperados, Faizon Love and Bre-Z para fazer participações especiais. 

Essa série sera dirigida por Chris Robinson ( ATL ) e é co-produzido pelo empresário de longa data da banda e coreógrafo original, Brook Payne. Members Bell, Bivins, DeVoe, Gill, Brown e Tresvant também assinaram como produtores do filme.

WOODY MCCLAIN como BOBBY BROWN
LUKE JAMES como JOHNNY GILL
KEITH POWERS como RONNIE DEVOE
ALGEE SMITH como RALPH TRESVANT
BRYSHERE Y GRAY como MICHALE BIVINS
ELIJAH KELLEY como RICKY BELL

VEJA O TRAILLER