SET RAP NACIONAL OLDSCHOOL

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

SUGE KNIGHT DIZ QUE 2 PAC AINDA ESTA VIVO


Se alguém souber sobre a morte de Tupac Shakur, é o produtor, Suge Knight, que estava sentado ao lado do famoso rapper quando foi baleado quatro vezes. Os dois estavam em Las Vegas, no carro de Knight, quando Shakur se tornou vítima de um tiroteio. Vinte anos depois, a teoria de que Shakur falsificou sua própria morte continua, vivo e bem. Agora Knight está pesando sobre a conspiração ...

Co-fundador da Death Row Records, Suge Knight, chocou o mundo com suas recentes declarações de que Tupac Shakur ainda poderia estar vivo. Knight foi o testemunho mais próximo do que aconteceu naquela noite fatídica há vinte anos, e ele tem a sensação de que seu amigo ainda está em algum lugar - e muitos outros concordam.

Knight, que agora tem 52 anos, apareceu no especial da Fox, 'Who Shot Biggie e Tupac?' com Ice-T e Soledad O'Brien. Ele falou com os dois da prisão e compartilhou sua teoria de que Tupac está realmente vivo e bem. O produtor acredita que Tupac agora se esconde em um país estrangeiro.

No clipe, que foi obtido pela TMZ, Knight pode ser ouvido explicando exatamente por que ele pensa que algo estranho aconteceu no hospital. "Quero dizer, quando eu saí do hospital, eu e Pac estavam rindo e brincando. Então eu não vejo como alguém pode passar da vida para a morte tão rapido", confessou.

Ice-T e O'Brien seguiram com as perguntas a Knight se ele realmente acreditava que Tupac poderia estar vivo. "Eu vou te contar com Pac, você nunca sabe", respondeu Knight. A bomba era inesperada, já que a maioria das pessoas perto do rapper negava que sua morte fosse falsa, incluindo sua própria mãe.

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

PILOTO F1, LEWIS HAMILTON PODE ASSINAR COM A GRAVADORA DO JAY Z


Lewis Hamilton se dedica a sua outra grande paixão: a música. Segundo o jornal "The Sun", o atual campeão está em negociações com a Roc Nation, gravadora do rapper Jay-Z, para lançar algumas de suas canções.

Quando não está na pista, Lewis adora passar seu tempo livre no estúdio. Ex-namorado da cantora pop Nicole Scherzinger, o piloto tem diversos artistas em seu círculo de amizades, como os rappers Pharrell Williams, Dr. Dre e Timbaland.

Depois do carro, este é o meu lugar favorito. Minha fortaleza da solidão. (O estúdio) me permite ficar longe de tudo, e deixar que eu explore minha criatividade. Eu amo a música e amo o processo de fazer música. Quem sabe um dia, em breve, eu deixe você ouvir algo - escreveu Hamilton em um post recente nas redes sociais.

Lewis tem um estúdio de gravação em casa e já gravou faixas com produtores de renome, incluindo Rodney Jerkins, que está por trás de sucessos de cantores como Lady Gaga e Michael Jackson. Além de Jackson, as principais influências do piloto são Prince, Kodaline e o próprio Jay-Z.

Em 2012, o piloto quase lançou um álbum em colaboração com o rapper J Cole, no estilo R&B, mas acabou optando por não compartilhar o trabalho com os fãs. De acordo com o "The Sun", o piloto já tem cerca de 30 faixas gravadas.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

KENDRICK LAMAR NO LOLLAPALOOZA 2018 ?



Vazou na internet uma foto com o suposto line-up do Lollapalooza Brasil do ano que vem. Red Hot Chili Peppers, Pearl Jam e The Killers seriam os headliners do evento. A imagem mostrA a lista completa dos artistas que devem estar no Autódromo de Interlagos, realizado nos dias 23, 24 e 25 de março de 2018. Major Lazer, Kendrick Lamar, Queen of the Stone Age, LCD Soundsystem, Justice, Paramore, Lana Del Rey, Dua Lipa, Tyler the Creator e Mac DeMarco também completam a lista.
Aguardem mais noticias, ainda não é certa a aparição do KENDRICK LAMAR no Brasil.

10 FATOS INTERESSANTES SOBRE SNOOP DOGG



1 – Seu nome – que na certidão de nascimento é Calvin Broadus Cordozar Jr – já mudou algumas vezes durante sua carreira. Começando por sua mãe que o apelidou de “Snoopy”, o artista já foi Snoop Dogg, Snoop Lion, Snoop Doggy Dogg, Snoopzilla, estes, os mais conhecidos.

Um dos motivos mais curiosos em relação às identidades do músico foi quando, em viagem à Jamaica, para gravar o álbum reggae “Reincarnated” (2013), o lendário Bunny Wailer, defensor do rastafarianismo, disse que não gostavam de chamar ninguém de ‘Dog’, e o chamou de ‘Lion’. Snoopy afirmou que era Bob Marley reencarnado e se converteu à doutrina Rastafari, mudando seu nome para “Snoopy Lion”. Isso deu o que falar entre os jamaicanos e Bob Marley, na certa, se revirou na cova.

2 – A carreira de Snoopy Dogg teve início em 1992, e ele não é o único da família no meio musical. Seu tio Bootsy Collins é cantor e multi-instrumentista e tocava com o pai do funk music, James Brown. E Snoop, por sua vez, para não perder a linhagem, é tio do rapper Lil’ Bow Wow.

3 – Seu primeiro trabalho “Doggystyle” (1993) ‘estourou’ rapidamente e levou o hip-hop ao topo do sucesso. O álbum ocupou a primeira posição no ranking Billboard 200 e, na primeira semana de lançamento, vendeu mais de 800 mil cópias.

4 – O rapper já atuou em 26 produções cinematográficas, entre elas várias comédicas como “Baby Boy” (2001), “Todo Mundo em Pânico 5” (2013) e a produção indiana “Singh is Kinng”, dos estúdios de Bollywood. Em “Reincarnated”, Snoopy interpreta ele mesmo em viagem à Jamaica, para gravação do álbum homônimo. O documentário produzido pela Vice levou o “Oscar dos Documentários Musicais” em 2013.

5 – Entre parcerias e duetos, gravou com TuPac, Wiz Khalifa, 50Cent, Charlie Wilson, Pharrell Williams (inclusive a música “Beautiful”, com vídeo clipe filmado no Rio de Janeiro, em 2012), Wiz Khalifa, Bruno Mars, Rita Ora, Miley Cyrus, Katy Perry, Mariah Carey, a cantora folk Jewell e a banda Limp Bizkit, entre outros. Suas influências musicais mais notadas são de George Clinton, Ice Cube, N.W.A., Biz Markie e Scarface.

5 – O rapper mostra seu lado empreendedor. Entre os seus negócios estão investimentos na rede de cafeterias Philz Coffee, em São Francisco, CA; investimentos na Reddit, um site de publicações sociais onde usuários podem divulgar materiais na web; e na Robin Hood, um aplicativo de negociação de ações na Bolsa de Valores.

6 – Em 2009, Snoop Dogg gravou a música e o vídeo clipe de “Groove on”, com Timati, para a PokerStars, mostrando que hip-hop combina super bem com o mundo do Poker. Ele se apresentou na festa do site em um campeonato em Las Vegas (2010) e foi o maior sucesso entre os apostadores.

7 – Em 2012, foi protagonista da campanha de Natal da Adidas, baseada no conto conhecido por “Os Fantasmas de Scrooge”. Em vez de fazer o “Ebenezer Scrooge” (nome em inglês do conto), lançou o “Ebenezer Snoop”. Ficou bem divertida.

8 – Para completar o lado “B” da vida do músico, ele se arriscou a carreira de cafetão. Conta que, em 2003, agenciou prostitutas para atletas de basquete e futebol. Tinha um ônibus com dez prostitutas, fazendo a ‘turnê Playboy’, que ia até as cidades onde os jogadores estavam.

Seu empreendimento fez o maior sucesso na época, e rendia um bom dinheiro, mas deixava tudo com suas meninas. “A questão não era dinheiro, era a fascinação em ser um cafetão. Quando criança, eu sonhava ser cafetão, sonhava com carros e roupas e prostitutas ao redor”; completa o rapper em entrevista à Rolling Stone norte-americana.

9 – Mais um número curioso é que Snoop confirmou que, em momentos filosóficos, consumiu cerca de 30 cigarros de maconha em um dia, andando pelas ruas de Kingston, com moradores de comunidades e os maiores traficantes da Jamaica. Ainda sobre este assunto, conta que já dividiu algumas tragadas com celebridades como Wiz Khalifa, Willie Nelson e B-Real do Cypress Hill.

10 – Completando sua fase ‘empreendedor’, Mr. Dogg investiu US$3 milhões no App “Eaze”, para delivery de maconha medicinal. O ‘Eaze’ realiza, em menos de 20 minutos, o trabalho de entrega domiciliar nos EUA. O valor colocado na startup pelo músico, principal investidor, foi feito através de seu fundo de investimento, o Casa Verde Capital. Juntamente com o apoio de outros fundos, o app idealizado por Keith McCarty, conseguiu levantar US$10 milhões, em 2015.

WIZ KHALIFA CONFIRMADO NO LOLLAPALOOZA 2018


Mais um artista do rap confirmado para mostrar a força do hip hop em grandes eventos.
Wiz Khalifa nasceu em 8 de setembro de 1987, em Minot, Dakota do Norte, Estados Unidos. Seus pais serviram nas forças armadas e se divorciaram quando ele tinha cerca de três anos de idade. O serviço militar levou-o a mover-se sobre uma base regular. Khalifa viveu na Alemanha, Reino Unido e Japão antes de se instalar em Pittsburgh, Pensilvânia, Estados Unidos, onde ele participou da escola Taylor Allderdice, de onde também saiu o artista Mac Miller. Seu nome artístico é derivado de Khalifa, uma palavra árabe que significa "Sucessor", e Wiz é uma abreviação de Wisdom, que significa "Sabedoria" em inglês, e que foi encurtado para Wiz Khalifa quando tinha quinze anos. Khalifa declarou a Spinner.com que o nome também veio a ser chamado de "Wiz Jovem" 'porque eu era bom em tudo que fazia.' Em 21 de Fevereiro de 2013 nasce seu filho chamado Sebastian Taylor Thomaz, apelidado pelo pai de "The Bash".

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

RAPPER XXXTENTACION RECEBE AMEAÇA DE MORTE DA KLU KLUX KLAN


Sendo uma figura controversa. Seu clipe para “Look At Me!” recebeu varias críticas depois de liberados. Enquanto muitos de seus fãs o elogiaram por lidar com a desigualdade racial na América, outras pessoas ficaram horrorizadas pela maneira como ele tratou. A controvérsia que cercou o vídeo ajudou o clipe a conquistar mais de 7 milhões de acessos no YouTube até agora. No entanto, membros do KKK chegaram a assistir o vídeo e, como você poderia esperar, eles definitivamente não são fãs disso.

No Instagram, XXXTENTACION publicou um vídeo de uma mensagem de voz que recebeu de um membro do KKK. Deixaram uma mensagem ameaçadora para o rapper, dizendo que ele vai ser caçado por brincar com o KKK.

Foram essas as palavras: “Sim, filho da put*, ouça, você me envolveu agora e eu vou caçar você”. Ele diz: “Você quer matar pessoas brancas? Você quer matar pessoas negras? Você quer brincar com o K, filho da put*? Nós vamos rasgar seu rabo. Nós estamos indo até você”


PRIMERO RAPPER A GANHAR GRAMMY, EMMY E OSCAR NA HISTÓRIA, SEU NOME, COMMON


Nesse último fim de semana, Common conseguiu um feito inédito: se tornou o primeiro rapper a ter um Emmy, um Grammy e um Oscar.

Common recebeu o maior prêmio da televisão americana durante a entrega dos troféus técnicos no último domingo. Ele saiu vencedor no Emmy de canção original pela música “Letter to the Free”, do documentário “A 13ª Emenda”, produzido por Ava DuVernay para a Netflix.

Ele ganhou um Oscar por trabalhar em outra produção de Ava Duvernay: com a canção “Glory”, do filme “Selma”, enquanto o ganhou um Grammy ele ganhou em 2002, por sua participação com Erykah Badu, “Love of My Life”, outro de 2006 na categoria “Melhor Álbum de Rap” com o Be, em 2007 ele venceu em “Melhor Colaboração Hip-Hop” com o som “Southside” em parceria com Kanye West.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

LIL UZI VERT VAI GRAVAR 1 FAIXA COM MARILYN MASON



Lil Uzi Vert foi convidado a participar de uma faixa no novo album do MARILYN MASON que afirma e eu adoraria ver isso acontecer porque acho que ele poderia fazer uma coisa nova. Não é um tipo de coisa rock / rap, algo especial e novo que eu acho que precisa ser criado apenas para mudar a cena musical do rock. Eu acho que se eu tivesse que escolher o que Lil Uzi Vert deveria estar, se ele estiver envolvido no rock, é um Early Brains ou Faith No More, mas com um elemento mais atraente. Eu acho que ele tem punk rock na veia. Ele é um filho da puta louca. E bom. Inteligente. Ele tem atitude, e gosto disso nele ".
Também no caso de você não estar ciente, Lil Uzi Vert é um grande fã de Marilyn Mansion, ele decidiu fazer. 

EMINEM LANÇA FILME COM TRILHA PRODUZIDA POR DR DRE


Após a estréia do novo filme de Eminem , Bodied , no Festival de Cinema de Toronto de 2017, Dr. Dre está se reunindo a frente para produzir a trilha sonora do filme. Segundo os relatórios , Eminem está no processo de adquirir todos os direitos de distribuição do filme e, uma vez que isso resolvido, a trilha sonora com seu mentor de longa data seguirá.

Além disso, o diretor do filme, Joseph Khan, também afirmou: "No momento em que é comprado e pronto para distribuição, a Eminem contribuirá com uma série de músicas para a trilha sonora. (Em e gerente de longa data, Paul Rosenburg) recrutaram o Dr. Dre para algumas músicas. "Veja o trailer de Bodied aqui se você ainda não o fez.


Enquanto isso, o novo álbum de Eminem poderia estar chegando a qualquer momento agora de acordo com este relatório , fique atento.

DJ SAN MIX NOS TOCA DISCOS FLASH BACK

sábado, 9 de setembro de 2017

SABOTAGE, SUAS ULTIMAS PALAVRAS



Por que  Sabotage? 
Meu irmão que já morreu vivia me chamando de Sabotage. Você trabalha no tráfico e não é preso — isso, para ele, era uma sabotagem. Na época eu não sabia o significado da palavra. Quase oito anos depois, eu já entendo. Sabotagem é um ato terrorista.

Mas a mensagem das suas músicas são antiviolência. 
Vi meu irmão assassinado com treze tiros no Jardim Arthur Alvim [zona leste de São Paulo]. Vivi a violência e cheguei à conclusão de que não adianta. Se eu usar da violência contra quem matou meu irmão, vou perder dois irmãos. A violência é a maior besteira.

Que efeito provoca a violência? 
O resultado da violência é você ir se transformando, sabe uma metamorfose? O cara pratica o primeiro ato de violência quando discute na rua, briga. Depois entra no tráfico, vira o terror da violência. Aí ele não vai mais bater, vai dar tiro. Aí cai um, caem dois, três, quatro, e ele cai numa cadeia, perde 10, 15 anos da vida dele. E sai com a mente podre, pensando em outro assalto. Uma hora ele vai morrer, vai ser preso de novo, procurado, não vai poder passear. É tão legal você poder passear, meu... pegar um tênis, uma calça e sair de rolê, pegar a lotação e ir embora... É tão legal respeitar todo o mundo com palavras simples, “com licença”, “obrigado”. Mas o lance é que é muito difícil ver um cara que conseguiu sair da violência.

Você já foi preso alguma vez? 
E eu analiso as coisas assim: há males que vêm para o bem. O inteligente é aquele que aprende com o erro do errado. Quem está no crime e não vai preso? Qualquer cara da periferia que não escuta o pai nem a mãe vai parar na cadeia ou vai morrer rápido. E aí, mano, é o seguinte: morreu, fodeu, tá entendendo? Satanás usa a TV como um livro dele! Não tem estudo na TV. Tem informação, sim, mas sobre sexo. É só pega ali, chupa aqui, alisa lá. Você não vê novela? Das 6, das 7, das 8, Malhação. Isso gera a violência.

Hoje você está casado, construiu uma família. Você se considera um sobrevivente? 
Meu sogro fica mordidão porque eu fumo maconha. Ele me vê na televisão e diz que não sou eu. Só me chama de Maurinho... É daqueles caras do interior, humilde. Repara bem: a bicicleta dele tem um motor de moto. O velho é mil grau, uma inspiração que a gente tem. Trabalha pra caralho e não fala da vida de ninguém. Pode chegar e perguntar: “Você viu o cara do 44?”. Ele mora no 43, mas vai dizer que não viu nada.

Ele é parte daquela maioria honesta e trabalhadora que paga o pato das ações criminosas que acontecem no morro… A cocaína não vem do morro, vem do avião da FAB. A maconha é plantada no terreno de quem? Além disso, tem os caras que buscam o neguinho na favela, dão dez reais para ele e amanhã já era. Amanhã esses mesmos caras ganham um Oscar, ganham tudo, mas o neguinho continua no barraco...

Isso seria uma crítica ao diretor Fernando Meirelles e à produção de seu filme, Cidade de Deus? 
Primeiro pego na mão dele por mostrar a realidade. Depois discordo de algumas coisas. Cadê a mãe dos caras, que não aparece nunca no filme? A molecada só cresce, vira ladrão, mata, morre. A mãe deles sofreu, chorou para não entrarem no crime. Tem que ter uma história bem contada, não é assim não! Eu fumo maconha o dia inteiro, mas vejo tudo em detalhes. Então não vem com essas de “mas isso é um filme”. Vai enrolar os boys, os caras da casa do caralho!

Você disse que fuma maconha o dia inteiro. Que efeitos te provoca? Eu vivo num mundo totalmente isolado. Analiso as coisas antes de fazer as paradas. Fico sentando de cantão, olhando. Então as pessoas falam: “Puta, aquele cara viaja 24 horas na maconha, será que ele pensa o quê? Será que ele não pensa em nada?”. Eles não encararam qual é a minha, mas os filhos que são adolescentes dizem: “O Sabotage é doido, escreve as músicas dele, já não tem mãe nem irmão, perdeu os primos todos assassinados, o tio está preso há 29 anos, o velho Monarca [personagem do livro Estação Carandiru, de Drauzio Varella, foi retratado no documentário Travessia do Tempo, da jornalista Dorrit Harazim] ”. Conclusão: não tenho muito o que ficar rindo, mas também não tenho muito de ficar “coitadinho sou eu, culpado são vocês”. Então fico aí registrando as coisas e escrevendo, sabe?

Voltando lá atrás, como começou a sua carreira na música? 
Sempre gostei de música. Com 8 anos eu já escutava Pixinguinha, Chico Buarque. Sou aquela espécie de negão que não joga uma bola, que gosta de escrever uma música, de escutar um som. Eu gosto de ouvir Cassiano… Não gosto de caras da minha idade cantando uma parada de agora. Muitos enxergam Aracy de Almeida como aquela gorda nos jurados do Silvio Santos. Vejo Aracy como uma mina de 25 anos cantando nos grandes coretos por aí. Para falar de música comigo, tem de ser professor.

Qual é a primeira música marcante de sua vida? 
Quando ouvia “O Meu Guri” [de Chico Buarque], aquilo era o meu retrato no morro. Porque eu era vendedor de droga. E, quando vinha a polícia, corria para dentro do morro, guardava os bagulhos em tal lugar, a arma em outro, trocava de roupa e ia para dentro do meu barraco. Chegava lá, meu pai estava vendo televisão, e meu coração batendo na boca. Aí entravam os homens, perguntavam se ele não tinha visto nada e ele “não, não”. Ficava olhando para mim, para os policiais, e quieto. Ele tinha medo dos caras, mas eu dizia para ele: “Você não viu nada, não vai falar nada. Se vierem aqui falar que vendo droga, você não diz nada”.

Conte um pouco como foi gravar Carandiru, com o diretor Hector Babenco. 
Foi foda, mano. Eu dizia: “Isso não existe”. Ele dizia que era um filme, e eu dizia que era a realidade. Aí ele começou a dar ouvido. Mas é um cara rígido... Exige de mim, como exige do bonitão. Quer saber é do filme dele pronto, senão põe outro no lugar. Também, se você não tiver objetivos, vai chegar onde?

Você compôs um rap com Babenco, não foi? 
Fiz a trilha sonora. Ele escreveu umas paradas de águas turvas, uns bagulhos lá de onde ele nasceu, da Argentina. Aí me explicou que águas turvas significava águas sujas, escuras. Ele começou a me explicar e eu fiz a música com ele. Deu um bagulho violento. O nome é “Sai da Frente que Vem Gente”.

Você fez filmes, aparece na mídia. A exemplo do Xis, que participou da Casa dos Artistas, você já sofreu críticas por isso? 
Ninguém fala isso para mim. Mas para o Xis… vixe, só faltaram bater no cara. O caso é que ele plantou uma parada e fez outra. Entra na Casa dos Artistas do nada e diz que não arruma a cama porque é favelado. Vendeu uma imagem que não corresponde à da favela. É, e aí já era. O Belo [cantor carioca acusado de envolvimento com o tráfico], você acha que está malvisto? Nada, meu, a galera gosta dele, as minas, a criançada. A gente já conhece ele, sabe que nasceu na favela, passou por circunstâncias, teve problemas também. Vocês não sabem disso.

Alguém já chegou questionando suas atitudes? 
Nada. Sou vacinadão nesses baratos. Já foi o meu tempo de crise, de dar porrada. Sabe o que falo para o cara? Pergunto o que ele não gostou e digo que vou melhorar. Pago até esse mico [risos]...

Você virou sucesso na periferia. Como lida com isso? 
Me chamam de fodidão. Mas fodidão é o caralho! Fodidão está lá em cima e manda sol, chuva, trovão e estoura essa porra se quiser, tá ligado? Eu olho no olho do cara e vejo se ele merece, se é amigo de verdade. Porque hoje em dia seu inimigo não tem cor nem tem cheiro. E não é só na favela que é assim. É na faculdade, no trabalho.

Você se considera um líder? 
Eu queria poder falar “vamos trabalhar” e que os caras viessem na minha. Eu falo: “Mano, já vendi droga, já tomei tiro de polícia, já dormi no matagal por causa de polícia e de ladrão querendo me pegar. No mundo do crime você arruma vários buchichos”. Aí uns falam: “É mesmo, né”... Mas, depois que eu saio fora, continuam fazendo a mesma coisa. Mano, a paz não se prega assim [fazendo o sinal da campanha “Sou da Paz”], mas com comida, estudo. [Aponta para um senhor] Aquele velhinho ali é muito inteligente, mas não tem trampo. Os adolescentes, só na maconha — na zona sul já tem até uma lei que diz que se alguém ligar reclamando porque tem gente fumando na porta, quem vai preso é quem ligou.

Você se sente um vitorioso? 
Meu show é 500, 800 reais. Já é mais que um salário mínimo. Falei para a minha mãe que um dia ia viver de música, e hoje vivo de música.

O que você vai deixar para seus filhos? 
Eu falo para eles: “O pai, daqui a uns 40 anos, se chegar lá, vai perder a voz, o pai fuma maconha, cigarro… Portanto, vai estudar, porque eu já alcancei o que queria”.

Qual vai ser o seu futuro? [Pensativo] Vou ficar fazendo cabeças por aí com o rap...

Vamos simplificar a pergunta: como vai estar daqui a dois anos? Puta que pariu… [Pensativo] A tendência é só piorar... Se o Lula não der jeito, meu Deus do céu, estamos todos pegos!

QUAL A DIFERENÇA, MC OU RAPPER


São similares, mas não iguais. Para muitos que não conhecem o valor que têm a sigla, “M.C”. – que é o Mestre, o Último Nível, o Conhecimento pleno do Microfone na Mão, ou seja, o Mestre naquilo que faz! – ambos os termos podem ser sinônimos. O MC pode animar a platéia, apresentar, rimar, fazer curadoria… É infinita a capacidade de performance do MC! Já o Rapper não precisa ter todas as facetas multifuncionais do MC. Qualquer um pode ser rapper, pode fazer rap, pode gravar rap, ter uma carreira de rapper. Na verdade, existem mais Rappers do que MCs, no real sentido que a palavra “MC” tem, palavras de  Afrika Bambaataa.
DETALHE, MC DE FUNK NAO SE ENCAIXA NISSO, É OUTRO CONCEITO.

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

LIL WAYNE FOI HOSPITALIZADO


O rapper Lil Wayne teria sido hospitalizado em Chicago depois de sofrer uma crise epiléptica, foi encontrado inconsciente em seu quarto do Hotel Westin no domingo à tarde (3 de setembro). Ele foi levado para o Northwestern Hospital onde ele teve outra convulsão.

O rapper de Nova Orleans sofre há muito tempo pelo transtorno neurológico e foi hospitalizado várias vezes nos últimos anos, ficando seis dias hospitalizado em 2013 e após um incidente em um vôo de cross-country em 2016.

Wayne, que atualmente está em turnê com  Rae Sremmurd , estava programado para se apresentar no Drai's Nightclub, em Las Vegas, em 3 de setembro. Ainda não está claro se Wayne será dado alta.

terça-feira, 29 de agosto de 2017

TYLER THE CREATOR NO BRASIL EM 2018


Ele acaba de ser confirmado como mais uma atração do Hip Hop no line up do evento Lollapalooza que será realizado no mes de março de 2018.
Já Tyler The Creator é original da Califórnia e se chama Tyler Gregory Okonma, com 26 anos. O rapper já foi amplamente criticado por utilizar representação gráfica de violência contra mulheres e por ter letras consideradas misóginas. Seu último álbum lançado esse ano, intitulado Flower Boy, chegou na tentativa de limpar um pouco essa imagem dele.

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

WU TANG CLAN & REDMAN LANÇAM NOVO SINGLE


A mais ou menos 6 hrs WU TANG CLAN com participação mais que especial do REDMAN lançam uma nova musica q faz parte do novo single PEOPLE SAY, mais uma pedrada sonora de um dos maiores grupos de rap de todos os tempos, mantendo toda aquele energia e vibe que todos conhecem, só clicar e ouvir a pedrada.

https://www.youtube.com/watch?v=db7z2t0hQ2o

RACISMO NA EUROPA COM MAGIC JOHNSON E SAMUEL L JACKSON


O ator Samuel L. Jackson e o ex-jogador de basquete Magic Johnson confundidos com imigrantes por internautas italianos xenófobos e foram alvos de vários xingamentos. As duas celebridades compartilharam fotos nas redes sociais nas quais aparecem com roupas de grife relaxando em uma cidade italiana. Enquanto a brincadeira começou com um meme zoando os xenófobos locais, depois ela passou a ser compartilhada por opositores da entrada de imigrantes na Europa.

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

MANO BROWN PODE SER ATOR DE FILME NACIONAL


O filme sobre o guerrilheiro Carlos Marighella, vai ganhando contornos cada vez melhores. O longa será o primeiro de Wagner Moura na direção e deve também marcar a estreia do Mano Brown, como ator.

O rapper seria o protagonista do filme. Mano Brown foi o autor de parte da trilha sonora do documentário sobre Marighella. A ligação não termina aí: o músico também fez um clipe contando a história do político.

O projeto será uma adaptação do livro “Marighella – O Guerrilheiro Que Incendiou o Mundo”, de Mário Magalhães.